Pesquisa avalia qualidade de vida dos médicos brasileiros

29 de outubro de 2020 3 mins. de leitura
O estudo será feito em conjunto pela Associação Médica Brasileira e pela Sociedade Brasileira de Cardiologia

Os riscos da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, já estão claros para as pessoas de todo o mundo. Inúmeras pesquisas e estudos ajudaram a entender boa parte das consequências do Sars-CoV-2; agora chegou a vez de um levantamento que visa entender o impacto da pandemia na qualidade de vida dos médicos brasileiros. O estudo será realizado em conjunto pela Associação Médica Brasileira (AMB) e pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC).

A pesquisa

O trabalho que está sendo desenvolvido foi batizado de PSYQUALY-COVID e difere das pesquisas existentes sobre o tema porque foi pensada “com todo o rigor científico, utilizando questionários estruturados e validados para fazer o mais amplo diagnóstico do impacto psicossocial da pandemia sobre os médicos do País”, afirmou Marcelo Queiroga, presidente da SBC.

Segundo Lincoln Ferreira, presidente da AMB, o questionário está sendo enviado para médicos de todo o Brasil, com foco em ter um grande grupo de profissionais de medicina participando, sem importar a especialidade ou o fato de estarem envolvidos direta ou indiretamente na luta contra a covid-19.

PSYQUALY-COVID busca entender o nível de qualidade de vida dos médicos brasileiros. (Fonte: Shutterstock)
PSYQUALY-COVID busca entender o nível de qualidade de vida dos médicos brasileiros. (Fonte: Shutterstock)

Médicos também são vítimas da covid-19

Vale lembrar que o novo coronavírus não afeta apenas a população. Segundo o Sindicato Brasileiro de Médicos, 244 profissionais morreram infectados pelo vírus entre 22 de março e 2 de setembro. Além dos óbitos, muitos médicos contraíram a doença e apresentaram sequelas após o tratamento, tendo reflexos físicos e psíquicos afetados.

Aqueles que estão se expondo diariamente ao Sars-CoV-2 trabalham sob tensão e estresse constantes. Muitos desses profissionais precisam retornar para casa ao fim do dia, e isso gera o risco de levar a covid-19 para os entes queridos; assim, a perda de parentes e pacientes é outro aspecto que pode afetar a vida dos médicos.

Novas realidades e crise financeira

Outro ponto que está alterando o bem-estar dos profissionais da saúde é a necessidade de sair de casa ou de um hospital no qual estão confortáveis. Muitos médicos precisaram ser transferidos para ambientes não habituais ou regiões em situações críticas de contaminação que precisam de ajuda.

A situação financeira é mais uma questão que pode acabar atingindo a qualidade de vida dos médicos brasileiros. Isso porque o País está em forte crise econômica, o que também está causando instabilidade monetária nas instituições médicas. Medo de demissões, cortes ou redução de salários é um companheiro constante de alguns profissionais da saúde.

Novo coronavírus também afetou a situação econômica brasileira. (Fonte: Shutterstock)
Novo coronavírus também afetou a situação econômica brasileira. (Fonte: Shutterstock)

Dessa forma, a PSYQUALY-COVID tem o intuito de entender como os médicos estão reagindo às situações traumáticas que a pandemia do novo coronavírus está causando. Acredita-se que as consequências sejam diferentes de profissional para profissional, por isso a importância da pesquisa.

O link para o questionário está disponível no site das entidades envolvidas. Caso você seja profissional da área e tenha interesse em participar, pode acessá-lo clicando aqui.

Confira a programação completa do maior congresso de saúde do Brasil e garanta sua inscrição.

Fontes: AMB.

Gostou? Compartilhe!