Covid-19: São Paulo decreta volta às aulas presenciais

13 de outubro de 2021 4 mins. de leitura
Retorno só não será obrigatório em casos especiais; uso de máscaras e álcool em gel continuará sendo exigido

Conheça o maior e mais importante evento do setor de saúde do Brasil.

O Governo de São Paulo decretou a volta às aulas presenciais de forma obrigatória para todos os alunos de instituições públicas e privadas a partir da próxima segunda-feira (18). Com isso, os estudantes devem frequentar a escola todos os dias, já que o revezamento não será mais praticado.

A partir de 3 de novembro, o distanciamento mínimo de um metro entre os estudantes poderá ser abandonado, entretanto o restante do protocolo de prevenção, como uso de máscara e de álcool em gel, continuará a ser exigido.

Apenas estudantes com alguma justificativa médica poderão se abster de frequentar regularmente as aulas. Esse é o caso de:

  • gestantes ou puérperas;
  • crianças menores de 12 anos com comorbidades;
  • pessoas do grupo de risco maiores de 12 anos que ainda não tenham completado o ciclo de vacinação contra a covid-19;
  • estudantes com condição frágil de saúde atestada por prescrição médica, mesmo que tenham recebido as duas doses da vacina.

Razões para a volta às aulas

Maioria das escolas particulares paulistas já tem aulas 100% presenciais. (Fonte: Shutterstock/FamVeld/Reprodução)'
Maioria das escolas particulares paulistas já tem aulas 100% presenciais. (Fonte: Shutterstock/FamVeld/Reprodução)’

O avanço da vacinação entre professores e alunos, bem como a redução da taxa de transmissão da covid-19 no estado, foi levado em conta para a determinação da volta às aulas. O Imperial College, de Londres, anunciou recentemente que a taxa de disseminação da doença é a menor desde abril de 2020, no início da pandemia.

Inscreva-se agora para o mais relevante evento de saúde do Brasil. É online e gratuito!

Além disso, 97% dos profissionais da educação já completaram o ciclo vacinal, segundo informações da Secretaria Estadual de Educação de São Paulo. No caso dos adolescentes entre 12 anos e 17 anos, 3,2 milhões de pessoas, cerca de 90%, já receberam a primeira dose no estado. Devido a uma antecipação do esquema de imunização, eles poderão tomar a segunda dose ainda neste mês.

A decisão para a volta às aulas havia sido tomada pelo governo paulista em fevereiro, mas foi adiada devido ao avanço dos números da pandemia em abril. As autoridades decidiram uma nova reabertura em julho, mas aguardavam uma análise do comportamento da variante delta para determinar a obrigatoriedade do retorno.

Como realizar um retorno seguro?

Medidas de prevenção à disseminação da covid-19 devem continuar sendo aplicadas. (Fonte: Shutterstock/Prostock-studio/Reprodução)
Medidas de prevenção à disseminação da covid-19 devem continuar sendo aplicadas. (Fonte: Shutterstock/Prostock-studio/Reprodução)

O Ministério da Educação lançou o Guia de Implementação de Protocolos de Retorno das Atividades Presenciais nas Escolas de Educação Básica, com orientações de normas técnicas de segurança para evitar a transmissão de covid-19 a serem observadas por alunos e profissionais das escolas.

O documento estabelece oito passos para a volta às aulas com segurança:

  1. Uso obrigatório de máscara.
  2. Em casos de tosse e espirros, cobrir nariz e boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos.
  3. Higienização frequente das mãos com água e sabão ou álcool em gel 70%.
  4. Evitar cumprimentos com aperto de mãos, beijos e abraços.
  5. Distanciar-se pelo menos um metro das pessoas.
  6. Não compartilhar objetos de uso pessoal, como copos e talheres, materiais didáticos, brinquedos e jogos.
  7. Preferir as refeições empratadas; se não for possível, instalar barreiras físicas nos refeitórios em que há balcão de serviço.
  8. Celulares devem ser higienizado e não podem ser compartilhados ou usados em ambientes sociais.

Não perca nenhuma novidade sobre a área da saúde no Brasil e no mundo. Inscreva-se em nossa newsletter.

Fonte: Governo de São Paulo, Estadão, Governo do Brasil.

Este conteúdo foi útil para você?

104720cookie-checkCovid-19: São Paulo decreta volta às aulas presenciais