O que é o Outubro Rosa e por que ele foi criado?

18 de outubro de 2019 3 mins. de leitura
A campanha busca levar informações sobre a prevenção do câncer de mama, estimulando o diagnóstico precoce da doença

O Outubro Rosa é uma das campanhas mais conhecidas do mundo. A cada ano, pessoas, empresas e organizações se unem para disseminar conteúdos a respeito da prevenção e do tratamento do câncer de mama. Para que você conheça mais sobre a data, trouxemos as principais informações sobre a sua história.

O que é o Outubro Rosa?

O Outubro Rosa é um movimento que ocorre durante todo o mês e visa conscientizar a população sobre a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama — o tipo mais comum entre as mulheres.

A causa, que é disseminada internacionalmente, incentiva mulheres a realizarem a mamografia e o autoexame das mamas. Essas atitudes ajudam no rastreamento dos casos ainda em estágios iniciais, o que reduz as taxas de mortalidade.

Uma característica da ação é que diversos hospitais, clínicas e entidades se unem para disponibilizar os exames gratuitamente ou por preços acessíveis com o intuito de atrair mais pessoas.

Como surgiu a data?

Jardim Botânico em Curitiba ficou cor-de-rosa em prol da campanha Outubro Rosa (Fonte: Shutterstock)

O Outubro Rosa apareceu pela primeira vez nos Estados Unidos, quando vários estados se uniram para realizar ações sobre o câncer de mama. Após a aprovação do Congresso Americano, o período ficou conhecido como o mês nacional de prevenção do câncer de mama.

O laço rosa, símbolo usado na campanha, foi uma iniciativa da Fundação Susan G. Komen for the Cure, que distribuiu o item aos participantes da Corrida pela Cura, em Nova York, na década de 1990. Posteriormente, hospitais começaram a aderir aos programas de divulgação sobre a doença, distribuindo os laços pela cidade.

No Brasil, o primeiro ato relacionado à causa aconteceu em 2002, na cidade de São Paulo. Na época, o monumento Mausoléu do Soldado Constitucionalista, conhecido popularmente como Obelisco do Ibirapuera, ficou totalmente iluminado com a cor rosa. A coloração já se tornou característica da campanha e vários pontos turísticos mudam sua iluminação em prol do Outubro Rosa.

O ano 2008 também foi marcante, já que diversas instituições relacionadas ao câncer de mama se uniram para iluminar de rosa os símbolos mais conhecidos do Brasil, como o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro.

Os dados do câncer de mama no Brasil

O câncer de mama é a doença que mais atinge as mulheres, ficando atrás apenas do câncer de pele. A cada ano surgem cerca de 25% novos casos em todo o mundo e 29% no Brasil.

De acordo com uma pesquisa divulgada pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca) em 2019, o Brasil se encontra na segunda posição entre os países com a mais alta incidência da neoplasia. Apesar disso, os dados também demonstram que a mortalidade é baixa quando comparada a países como Estados Unidos e França.

Em 2017, no Brasil, 16.927 pessoas morreram em decorrência da enfermidade, sendo 16.724 mulheres e 203 homens.

Como prevenir

(Fonte: Shutterstock)

Segundo publicação do Inca, cerca de 30% dos casos da doença poderiam ser evitados com um estilo de vida mais saudável e pequenas mudanças no dia a dia. Confira as principais dicas:

  • pratique atividade física regularmente;
  • siga uma dieta saudável e equilibrada;
  • mantenha o seu peso ideal;
  • evite bebidas alcoólicas;
  • não utilize hormônios sintéticos.

Fontes: Inca, Área da Mulher, Outubro Rosa.

Gostou? Compartilhe!