Qual é a causa da formação de varizes? - Summit Saúde

Qual é a causa da formação de varizes?

6 de março de 2023 4 mins. de leitura

Condição é mais comum em mulheres e pode gerar complicações graves se não for tratada adequadamente

Publicidade

Artérias e veias são partes fundamentais da circulação sanguínea; enquanto as primeiras são responsáveis por levar o sangue rico em oxigênio bombeado do coração para os outros órgãos, as outras fazem o caminho inverso, devolvendo para o coração o sangue usado em outras partes do corpo.

Para isso, é preciso que ambos os “caminhos do sangue” estejam livres para que o corpo possa funcionar, porém existem situações em que as veias não conseguem cumprir o próprio papel adequadamente, dando início a uma condição conhecida como variz.

Como acontece?

Por ser bombeado diretamente pelo coração, o sangue arterial segue em direção às extremidades do corpo em alta pressão. Já no caso do sangue venoso ocorre o inverso; como o sangue está sob baixo nível de pressão, o corpo faz uso de valvas que têm como função impedir que o sangue volte pelo fluxo contrário e assim evita que a circulação seja obstruída.

Porém, quando essas valvas têm o funcionamento prejudicado, o refluxo se torna inevitável e há dilatação das veias, que se tornam veias varicosas. São elas que formam as varizes.

Veias varicosas são mais comuns em mulheres acima dos 30 anos de idade
Veias varicosas são mais comuns em mulheres acima dos 30 anos. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Sintomas

O principal sintoma das varizes é o aparecimento de veias dilatadas, tortuosas e de cor bem azulada na região das pernas, podendo afetar também outras partes do corpo. Podem se formar pequenos grupamentos de vasos sanguíneos visíveis na pele, junto de inchaço no local.

Pacientes também relatam sensação de perna pesada, cãibra e ardência, principalmente no fim do dia. Se não for tratada corretamente, a condição pode gerar infecções mais graves e dermatites.

Complicações

Apesar de não representarem graves riscos à saúde, as varizes podem ocasionar complicações letais em casos raros. Uma delas é a trombose, que se forma a partir de um trombo (coágulo sanguíneo) em uma veia varicosa.

Caso esse trombo atinja o sistema venoso profundo, a pessoa pode desenvolver uma doença conhecida como trombose venosa profunda (TVP), que pode levar a um tromboembolismo pulmonar (TEP), uma condição bastante letal.

Tratamento

O tratamento depende da região em que as veias foram comprometidas. Alguns casos podem necessitar de cirurgias, mas há procedimentos menos invasivos, como:

  1. laser escleroterapia — tratamento que usa laser para aquecer e destruir a parede dos vasos que estão obstruídos; é bastante eficaz em varizes de pequeno e médio portes com vasos superficiais;
  2. escleroterapia química — usada para tratar vasos pequenos, de até 4 milímetros de diâmetro, consiste na aplicação de polidocanol diretamente na área afetada, fechando a veia;
  3. radioterapia — faz uso de um cateter colocado na veia de safena que emite calor para gerar termocoagulação nos vasos e fechar as veias afetadas;
  4. remédios tradicionais — existem alguns remédios encontrados em farmácias que ajudam a tratar varizes, como Daflon 500, Diosmin e Venaflon;
  5. compostos naturais — podem ser usados comprimidos, pomadas, géis e outras formas que ajudem na circulação sanguínea no local afetado.
Tratamentos modernos ajudam a diminuir as varizes
Tratamentos modernos ajudam a diminuir as varizes. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Fatores de risco

Varizes costumam afetar principalmente mulheres acima dos 30 anos. A principal causa é genética, mas outros fatores podem contribuir com esse processo, como:

  • obesidade;
  • sedentarismo;
  • desregulação hormonal;
  • tabagismo;
  • anticoncepcionais.

Fonte: MSD Manual, Brasil Escola, Tua Saúde, Vascular.pro

161050cookie-checkQual é a causa da formação de varizes?

Webstories