Exemplos de alimentação balanceada incentivam hábitos saudáveis, aponta estudo

De acordo com um estudo guiado pelo Dr. Frans Folkvord na Escola de Humanidades e Ciência Digital da Universidade de Tilburg (Países Baixos), constatou-se que os costumes diários de adultos podem incentivar crianças a mudarem seus hábitos alimentares, promovendo saúde e bem-estar.

Diante disso, pesquisadores da Universidade de Tilburg conduziram um experimento com 125 participantes entre dez anos e 12 anos de idade que assistiram a clipes de um programa de culinária local feito especificamente para sua faixa etária. Uma parte das crianças viu informações sobre alimentos bons para saúde (legumes, verduras e frutas) e a outra parte teve contato com pratos bem menos recomendados (hambúrgueres, batata frita com maionese, croissants). O programa utilizado mostrava jovens competindo entre si, criando pratos saborosos, provando-os e respondendo a perguntas sobre seus ingredientes.

Na intenção de identificar se eram capazes de reconhecer o que faz bem e o que faz mal para o corpo, foi sugerido que os participantes indicassem o quão apropriado à saúde era cada alimento em uma escala de zero (muito ruim) a dez (muito bom). Ao fim do experimento, foi dada a cada um a liberdade de escolher um lanche para comer como recompensa pela participação.

No grupo que assistiu aos clipes com comidas saudáveis, 41% dos participantes escolheram uma opção boa para a saúde, como maçã ou fatias de pepino; já no grupo que assistiu aos clipes com comidas gordurosas ou altamente calóricas, apenas 20% pediram um lanche saudável.

(Fonte: Needpix)

Programas de culinária

"É importante que os pais utilizem diversos métodos para promover bons hábitos alimentares ao longo do dia, e um deles pode ser assistir a um programa de televisão sobre culinária saudável", apontou Dr. Folkvord em matéria publicada pela CNN. Apresentar às crianças noções de nutrição, variedade alimentar e o processo de preparação dos pratos todos os dias são estímulos possíveis para torná-las mais conscientes da própria saúde, o que aumenta a chance de escolherem experimentar novos alimentos saudáveis.

Há uma enorme variedade de vídeos no YouTube com conteúdos de qualidade sobre culinária saudável. Pais podem pesquisar e mostrar aos filhos como preparar sorvete apenas com frutas e propor que tentem fazer a receita juntos, por exemplo. Ensinar algo simples é o ideal para que o processo se torne uma brincadeira e as crianças queiram provar o resultado. Além disso, existem diversos reality shows de culinária considerados kid-friendly, ou seja, criados para o público infantil com o intuito de promover conteúdo positivo.

Mão na massa

Close-up Photography Of A Girl Eating Bread

(Fonte: Pexels)

É necessário que pais ou responsáveis pelas crianças coloquem em prática certas medidas básicas, como usar sempre linguagem positiva quando o assunto é comida e envolver os pequenos nos processos da cozinha o máximo possível. É importante lembrar que as crianças geralmente querem comer o que familiares, professores e cuidadores estão consumido, ou seja, seguem o exemplo criado pelos adultos ao redor.

Por isso, desenvolver uma rotina desde cedo, a partir dos primeiros anos de vida, em que haja contato com alimentos novos esporadicamente (a cada semana, por exemplo) torna a criança mais propensa à adaptação a novos sabores ao longo da vida.

Fonte: CNN.