Dia da Mulher: 8 profissionais importantes para cuidar da saúde

8 de março de 2021 4 mins. de leitura
Confira profissionais que ajudam a prevenir doenças e garanta um acompanhamento multidisciplinar

Conheça o maior e mais importante evento do setor de saúde do Brasil.

De acordo com publicação do Ministério da Saúde, o cuidado da mulher no campo reprodutivo, com foco na atenção a pré-natal e parto, tem sido prioridade em sistemas de saúde de todo o mundo; porém, a atenção desse público deve se voltar a diversas outras áreas. Apenas um acompanhamento médico adequado e multidisciplinar, além do ginecológico, é capaz de aumentar chances de cura e reduzir a necessidade de procedimentos complexos relacionados a outras condições.

Em linhas gerais, apesar das especificidades do organismo feminino, que demanda cuidados personalizados, esse cuidado vale também para pessoas trans. Segundo um estudo da Orizon, empresa referência em dados e análises do serviço de saúde suplementar do Brasil, o que mais faz as brasileiras acionarem atendimentos são doenças respiratórias, seguidas de problemas do sistema urinário e questões ortopédicas.

Sendo assim, o Summit Saúde Estadão elencou oito especialidades médicas importantes para a saúde do corpo feminino e que podem auxiliar na manutenção da qualidade de vida e do bem-estar daquelas que compõem a maioria da população brasileira.

Ginecologia é apenas uma das especialidades importantes para a saúde da mulher. (Fonte: Shutterstock)
Ginecologia é apenas uma das especialidades importantes para a saúde da mulher. (Fonte: Shutterstock)

Otorrinolaringologia e oftalmologia

Especialistas em diagnosticar doenças no ouvido, no nariz e na garganta, otorrinolaringologistas avaliam aspectos como respiração, audição, deglutição, voz e saúde das cordas vocais, além de terem como competência a análise de problemas que envolvem equilíbrio e alergias. Por sua vez, oftalmologistas se dedicam ao tratamento e à prevenção de condições que acometem os olhos e todos os aspectos de seu funcionamento.

Urologia e proctologia

Geralmente associadas a homens cisgêneros, ambas as especialidades devem ser consultadas regularmente por mulheres. Urologistas são responsáveis pelo tratamento de problemas do trato urinário e assumem importante papel na realização de exames preventivos e check-ups para a identificação de infecções, inflamações, tumores, cálculos, incontinência urinária, infertilidade e necessidade de realização de transplante renal.

Já proctologistas são especialistas em tratamentos cirúrgicos e não cirúrgicos de doenças de intestino delgado, intestino grosso, reto e ânus, como hemorroidas, fissuras anais, abcessos perianais, infecções sexualmente transmissíveis, tumores benignos e malignos e afins, concedendo, inclusive, orientações diversas.

Cardiologia, angiologia e endocrinologia

Consultar profissionais de cardiologia é fundamental tanto para orientação preventiva quanto para tratamentos de doenças. No quesito prevenção, especialistas da área atuam também no acompanhamento de atividades físicas e em análises antes de procedimentos cirúrgicos. Ainda assim, há detalhes relacionados ao sistema circulatório que podem passar despercebidos, então angiologistas lidam com acidente vascular cerebral (AVC ou derrame), aneurisma, aterosclerose, claudicação (dor ao caminhar causada por problemas circulatórios, trombose e varizes), além de outras condições.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 8% das mulheres vivem com diabetes em todo o mundo, o que eleva a propensão a doenças cardíacas. Nona principal causa da morte desse público, esta e outras condições, como obesidade, osteoporose, andropausa, distúrbios da puberdade e distúrbios menstruais, são foco da endocrinologia, que trata os hormônios do organismo.

Ortopedia

Com especialidade em diagnosticar, tratar e prevenir disfunções e lesões ligadas à locomoção humana, envolvendo ossos, músculos, ligamentos, nervos, tendões e articulações, ortopedistas também avaliam problemas de crescimento, lombalgia, hérnia de disco, artrose, entre outros.

Acompanhamento multidisciplinar garante bem-estar em todas as fases da vida. (Fonte: Shutterstock)
Acompanhamento multidisciplinar garante bem-estar em todas as fases da vida. (Fonte: Shutterstock)

Esses são apenas alguns exemplos, já que há nefrologia (diagnóstico e tratamento clínico de doenças do sistema urinário), infectologia (prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças infecciosas e parasitárias), dermatologia (melhores cuidados com a pele do rosto e do corpo) e outros campos de tratamento.

Na dúvida, o atendimento de clínica geral ou medicina da família é a melhor opção, já que, além de terem amplo conhecimento do corpo humano e de cuidarem de muitas condições que não exigem tratamento específico, profissionais da área sabem para qual especialista encaminhar cada caso.

Não perca nenhuma novidade sobre a área da saúde no Brasil e no mundo. Inscreva-se em nossa newsletter.

Fontes: Ministério da Saúde, Hospital Proncor, Sociedade Brasileira de Urologia, Unimed Fortaleza, Sociedade Brasileira de Diabetes, Amato, Portal Coloproctologia, Portal Drauzio Varella, Sociedade Brasileira de Nefrologia, Instituto de Neurologia de Curitiba, MEDPREV, Medicina UCPEL, Saúde Business, Grupo SH Brasil.

Este conteúdo foi útil para você?

87130cookie-checkDia da Mulher: 8 profissionais importantes para cuidar da saúde