Floral: conheça a terapia feita com plantas

3 de dezembro de 2019 3 mins. de leitura
Técnica descoberta na década de 1930 pode ser utilizada para complementar tratamentos de saúde

A busca por tratamentos alternativos e sem efeitos colaterais cresce cada dia mais. As terapias não convencionais se tornaram parte dos tratamentos indicados por médicos, psicólogos, fisioterapeutas e demais especialistas da área da saúde. Homeopatia, acupuntura, quiropraxia, reiki, aromaterapia e tantas outras fazem parte desse leque de opções para cuidar da mente e do corpo.

A terapia floral, por exemplo, tornou-se uma opção acessível para equilibrar as emoções e enfermidades no corpo. Desenvolvida com base na essência de plantas e flores, alivia sintomas e doenças e cuida do indivíduo como um todo.

De acordo com a Portaria n. 702, publicada pelo Ministério da Saúde em 2018, o uso de florais foi adotado como uma nova prática no setor da saúde no Brasil:

“As Medicinas Tradicionais e Complementares são compostas por abordagens de cuidado e recursos terapêuticos que se desenvolveram e possuem um importante papel na saúde global. A Organização Mundial da Saúde (OMS) incentiva e fortalece a inserção, reconhecimento e regulamentação destas práticas, produtos e de seus praticantes nos Sistemas Nacionais de Saúde. Neste sentido, atualizou as suas diretrizes a partir do documento Estratégia da OMS sobre Medicinas Tradicionais para 2014-2023”.

O que é a terapia floral?

(Fonte: Shutterstock)‌‌

A terapia floral utiliza os princípios ativos que cada flor possui; e como toda planta tem uma função única, o tratamento pode ser usado para diferentes fins. A técnica foi desenvolvida pelo médico britânico Edward Bach, cujas fórmulas, mundialmente conhecidas como Florais de Bach, contam com 38 essências, sendo 37 provenientes de flores e 1 de uma mina d’água, a rock water. Além da linha desenvolvida por Bach, atualmente existem diversas marcas de florais disponíveis.

Quais são os benefícios da terapia floral para a saúde?

(Fonte: Shutterstock)‌‌

Utilizados como terapia alternativa no tratamento de estados de desequilíbrio emocional, os florais têm fórmulas adequadas às necessidades de cada paciente. Os compostos atuam principalmente no cuidado do corpo e da mente, sendo indicados para casos de falta de coragem, impaciência, desapego físico ou emocional e ansiedade, por exemplo.

Recomenda-se que a terapia floral seja indicada por um especialista e associada a um tratamento terapêutico ou psicológico. O seu uso deve ser diário, conforme orientado pelo profissional responsável, para a garantia da sua eficiência.

Como saber qual floral tomar?

Existem alguns caminhos que podem levar ao uso de uma terapia floral. Sendo o mais indicado o tratamento terapêutico em que a substância é indicada com base nas percepções que o profissional tem sobre o paciente.

Curtiu o assunto? Saiba mais sobre inovação e diferentes tecnologias aplicadas à medicina; clique aqui.

Fontes: Instituto Bach, Anvisa, CFF, Revista Pharmacia Brasileira.

Gostou? Compartilhe!