Por que a busca por cuidadores de idosos cresceu 50% na pandemia?

17 de março de 2021 4 mins. de leitura
Com o aumento dos casos de covid-19, muitas famílias optaram por contratar cuidadores de idosos para tentar reduzir o contágio

Conheça o maior e mais importante evento do setor de saúde do Brasil.

O aumento da expectativa de vida dos brasileiros se comprova com as pesquisas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), então cada vez mais estão sendo consideradas medidas para garantir melhor qualidade de vida na velhice. Nesse cenário se encaixam os cuidadores de idosos, profissionais que atuam proporcionando cuidados e assistência necessária para esse grupo, ajudando a preservar a integridade física e mental dos pacientes.

Durante a pandemia de covid-19, a procura por cuidadores de idosos aumentou tanto que algumas empresas chegaram a registrar 50% de crescimento na busca por esse serviço. O motivo desse aumento está pautado, principalmente, no fato de as famílias de idosos estarem buscando formas de minimizar o contágio pelo novo coronavírus, considerando que o risco de morte por complicações da covid-19 é maior para pessoas acima dos 60 anos.

Além disso, muitos idosos que se recuperaram após contraírem o vírus ficaram com sequelas como maior exaustão, o que pode dificultar a realização das atividades cotidianas e gerar problemas, levando em conta que no Brasil cada vez mais há pessoas que moram sozinhas e não contam com o cuidado de filhos ou parentes.

Outro fator que impacta na procura por esses profissionais é que, quando os idosos precisam ficar hospitalizados ou isolados por causa da covid-19, nem sempre há alguém da família que possa acompanhá-los. Nessas situações, o papel do cuidador passa a ser fundamental, fornecendo principalmente um amparo emocional a esses pacientes.

Quando há a necessidade do idoso ficar em ambiente hospitalar, muitas vezes é preciso da ajuda de um cuidador (Fonte: Pexels, Pixabay).
Quando há a necessidade de o idoso ficar em ambiente hospitalar, muitas vezes é necessária a ajuda de um cuidador (Fonte: Pexels, Pixabay).

Vale destacar que cresceu também o número de cuidadores de idosos buscando especialização para proporcionar o melhor serviço em um momento tão delicado. Isso fez com que empresas do segmento, como a Senior Concierge, investissem em treinamentos e ferramentas que possam ajudar o profissional de forma prática no exercício da função.

Uma profissão em ascensão no Brasil

Em 2018, a profissão de cuidador de idosos foi a que mais cresceu no País, com aumento de mais de 500%. E o mercado em ascensão deve continuar crescendo, pois a tendência é que a população brasileira seja cada vez mais composta por idosos devido às baixas taxas de natalidade e à maior expectativa de vida.

Com isso, o que precisa crescer proporcionalmente é a busca por profissionalização na área. Os cuidadores de idosos lidam, diariamente, com pessoas que precisam de maior cuidado e atenção, muitas vezes pacientes com limitações físicas, doenças crônicas ou terminais, problemas neurológicos e maior propensão a demência. Dessa forma, cursos e capacitações são fundamentais para garantir a efetividade e a segurança no atendimento prestado por esses profissionais.

Os cuidadores de idosos auxiliam, muitas vezes, pacientes que contam com uma série de limitações (Fonte: Pexels, Matthias Zomer).
Cuidadores de idosos auxiliam pacientes com uma série de limitações. (Fonte: Pexels, Matthias Zomer).

Inclusive, os idosos ainda são majoritariamente auxiliados por parentes, e é crescente o número de familiares que procuram especializações e cursos para cuidar da pessoa idosa da melhor maneira possível. A profissionalização proporciona um serviço que garante o melhor amparo psicológico e físico ao idoso, além de diminuir o risco de situações inoportunas.

Um exemplo clássico é a violência contra o idoso ainda gerar números alarmantes. Em muitos casos, as agressões partem de cuidadores, familiares ou não, o que evidencia a necessidade de buscar pessoas aptas à função.

Não perca nenhuma novidade sobre a área da saúde no Brasil e no mundo. Inscreva-se em nossa newsletter.

Fontes: IPEA.

Este conteúdo foi útil para você?

87090cookie-checkPor que a busca por cuidadores de idosos cresceu 50% na pandemia?