Como a alta altitude pode influenciar o desempenho dos atletas?

1 de abril de 2020 3 mins. de leitura
Estudiosos afirmam que alguns fatores na hora do jogo podem ajudar os times a alcançarem a vitória

Existem diversos fatores que podem influenciar positivamente ou negativamente o desempenho de atletas. Não estamos falando apenas da saúde e da habilidade dos jogadores ou as condições do campo, mas sim da altitude na qual a partida acontece — o que também pode ser um fator decisivo. Nesse sentido, outra característica que deixa os jogos mais fáceis é a familiaridade da equipe com o local. Jogar em casa acaba sendo mais fácil do que em locais desconhecidos, já que os jogadores estão adaptados ao clima e ao campo.

Ao analisar os jogos da Liga dos Campeões da Union of European Football Associations (UEFA), em 2012, foi constatado que cerca de 47% dos jogos foram vencidos pelo time da casa. Porém, a dúvida de quais fenômenos poderiam aumentar ou diminuir os efeitos dessa situação persistia. Os resultados mostraram que as chances de vitória foram maiores quando os profissionais jogaram em altitudes maiores contra oponentes em nível do mar.

De acordo com van Damme e Baer, em uma publicação veiculada na Economis, “a cada 100 metros [330 pés] adicionados acima do nível do mar ocorre (i) um aumento na diferença de metas em 0,050 metas (p = 0,006), (ii) um aumento na chance de vitória em 1,1 pontos percentuais (p = 0,014) e (iii) um aumento de pontos em 0,032 (p = 0,008) para o time da casa ”.

Pista De Tartan, Carreira, Atletismo, Iniciar, Executar
(Fonte: Pixabay)

Entretanto, o benefício não existe para todo mundo: as equipes de locais mais baixos não têm tanta vantagem ao jogar nas montanhas, por exemplo. Além disso, foram analisados outros pontos, como a distância da viagem, distinções culturais e diferenças relacionadas ao poder aquisitivo dos times. Esses fatores também surtiram algum tipo de efeito no resultado final da partida. Até mesmo a torcida dos times tem poder de influência: grandes multidões partidárias acabam incentivando ou intimidando os jogadores, o que os podem fazer jogar melhor ou pior do que de costume.

Quarterback, Futebol Americano, Desporto, Concorrência
(Fonte: Pixabay)

Problemas da alta altitude para atletas

Entretanto, a falta de costume em jogar em um campo onde a pressão atmosférica é maior pode ser um problema, já que o desempenho dos atletas pode ficar pior — por conta do coração mais acelerado e da respiração ofegante, os atletas podem ficar tontos e com o raciocínio debilitado. Por isso, é comum vê-los utilizando cilindros de oxigênio a fim de diminuir o cansaço. A hipóxia acontece quando o sangue conta com pouco oxigênio para ser distribuído ao restante do corpo.

Em 2007, a Federação Internacional de Futebol (FIFA) chegou a banir jogos eliminatórios da Copa do Mundo que ocorressem em grandes altitudes, com o objetivo de evitar que os jogadores desacostumados não tivessem riscos à saúde. Entretanto, a lei logo foi revogada, já que grande parte dos estádios com altas altitudes ficam na América do Sul, podendo parecer uma atitude discriminatória.

Fontes: Sport TV, IFL Science.

Gostou? Compartilhe!