Como as gigantes da tecnologia estão investindo na área de saúde

30 de setembro de 2019 3 mins. de leitura
Tecnologia e saúde andando de mãos dadas

A tecnologia está em constante desenvolvimento, e boas empresas estão sempre investindo em novidades. Pensando nisso, as notícias são ótimas para a área da saúde, com diversas gigantes do setor investindo em pesquisa e desenvolvimento para melhorar a saúde e o bem-estar da população.

Veja a seguir alguns exemplos:

Amazon

Conhecida como uma empresa online que vende produtos e serviços (como o Amazon Prime), em 2018 a Amazon mostrou estar investindo também na área da saúde: em parceria com a Berkshire Hathaway e a JPMorgan Chase, está desenvolvendo um serviço de saúde independente para seus colaboradores. Além disso, após comprar a startup PillPack, a companhia pretende lançar um software que lê históricos médicos.

Ainda que o serviço de saúde independente não gere grande impacto entre os clientes, a compra da PillPack é um grande investimento em tecnologia na área da saúde e pode trazer benefícios para médicos e pacientes.

Apple

Quando se fala de gigantes da tecnologia, não é possível deixar a Apple de fora. Em 2018, o aplicativo Apple Health foi atualizado e agora mostra históricos de 39 hospitais. Além disso, o Apple Watch tem uma nova ferramenta chamada eletrocardiograma, que acompanha o funcionamento cardíaco com mais detalhes e funciona com a permissão do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos.

Alguns especialistas se mostram receosos, no entanto, porque o serviço poderia dar falsos positivos para pessoas saudáveis e complicar o atendimento em clínicas e hospitais para quem realmente precisasse deles.

Assim como a Amazon, a Apple abriu uma clínica para seus colaboradores e pretende usar a tecnologia de análise de históricos médicos para, em parceria com setores do exército, permitir que veteranos de guerra tenham acesso aos próprios registros via iPhone.

Alphabet

Talvez você nunca tenha ouvido falar da Alphabet, mas ela é a empresa-mãe de uma gigante da tecnologia e de outra empresa focada na área de saúde: Google e Verily Life Sciences, respectivamente. Como seu foco está mais ligado à pesquisa científica, entre as pesquisas em que está investindo está o Google Brain, que usa o reconhecimento de voz por inteligência artificial para ajudar médicos a tomar notas durante consultas, e a Nest, uma startup de monitoramento de saúde que pode ser usada em casas de repouso.

A notícia mais recente indica que a Verily iniciou uma parceria com a Walgreens para utilizar a tecnologia e ajudar os pacientes a tomarem seus remédios no momento certo, o que melhorará tratamentos de várias maneiras. Essas e outras alternativas são uma prova de que as gigantes da tecnologia devem continuar investindo na área da saúde para melhorar a vida de muitas pessoas.

Curtiu o assunto? Saiba mais sobre inovação e diferentes tecnologias aplicadas à medicina; clique aqui.

Fonte: The Verge, New York Times.

Gostou? Compartilhe!