Conheça tecnologias que estão moldando o futuro da saúde

27 de junho de 2019 3 mins. de leitura
Essas tecnologias tornam o trabalho dos médicos mais rápido, preciso e eficiente, oferecendo resultados melhores aos pacientes

Não há como negar a importância da tecnologia para a medicina nos dias de hoje. Toda vez que entramos em um consultório, ele parece mais moderno e mais avançado, mas como funciona de fato essa tecnologia e como ela pode mudar o futuro da saúde?

Telemedicina: medicina a distância

A telemedicina é uma inovação que permite trocas de informações entre especialistas e pacientes que estão muitos quilômetros distantes, o que facilita a busca por profissionais qualificados, especialmente em áreas mais remotas.

A emissão de laudos a distância é um de seus pontos fortes: em uma plataforma online, um especialista pode fazer o laudo de um exame que recebeu pela internet, de forma digital, dando apoio para outros profissionais do mundo todo e permitindo uma análise mais adequada para os pacientes.

Do mesmo modo, as teleconsultas podem ser a maneira mais rápida de conseguir uma segunda opinião ou de contar com um médico mais qualificado durante um procedimento. Esse recurso vem sendo utilizado no mundo todo e agora já está sendo viabilizado no Brasil.

Inteligência artificial na medicina

Inteligência artificial (IA) é uma tendência em todos os ramos do mercado. Por meio dela, é possível que dispositivos e máquinas simulem características humanas, como tomar decisões, mensurar espaços e resolver problemas. E é aqui que ela entra na medicina.

A IA permite que um computador cruze dados e informações para encontrar as melhores respostas. O Watson, um algoritmo desenvolvido pela IBM, utiliza a tecnologia cognitiva e dados clínicos dos pacientes para ajudar no tratamento do câncer, por exemplo.

O computador não pode dizer qual tratamento é o mais recomendado, mas ajuda o profissional categorizando os tratamentos por eficiência, riscos e efeitos colaterais, o que auxilia o médico a tomar uma decisão mais acertada.

Um mundo conectado

Chamada em inglês de Internet of Things (IoT), a Internet das Coisas é a tendência que adiciona a rede de internet a objetos do dia a dia, em smartwatches, eletrodomésticos, sistemas de segurança ou ferramentas utilizadas por médicos e pacientes.

Um bom exemplo disso é o bisturi iKnife, desenvolvido no Imperial College London, que permite que cirurgiões busquem um tecido comprometido enquanto operam, possibilitando a retirada mais precisa de um tumor, por exemplo. Isso acontece porque o dispositivo cauteriza o tecido durante a cirurgia, e a fumaça gerada é enviada a um espectrômetro que faz a análise e indica se o tecido é ou não canceroso.

O futuro da saúde envolve muita tecnologia, mas também muita humanidade: a tendência é que o atendimento médico seja mais pessoal e humanizado com o tempo, considerando o ser humano além do diagnóstico e do tratamento.

Curtiu o assunto? Saiba mais sobre inovação e diferentes tecnologias aplicadas à medicina; clique aqui.

Fonte: IBM.

Gostou? Compartilhe!