Cuidado com a saúde dos olhos é fundamental na terceira idade

31 de março de 2020 3 mins. de leitura
Idosos devem se manter atentos aos primeiros indicativos de envelhecimento ocular

Com o passar dos anos, as estruturas oculares sofrem algumas alterações importantes, então muitos idosos acabam sendo afetados por algum problema de visão. Médicos recomendam que, principalmente depois dos 40 anos de idade, as visitas ao oftalmologista se intensifiquem, pois é a partir dessa idade que as perdas na visão, sobretudo do foco, começam a ser percebidas.

É muito importante entender como se prevenir de problemas, cuidando mais da saúde na terceira idade, para conseguir corrigir questões antes que elas se tornem mais graves.

Os olhos também envelhecem

Renato Neves, cirurgião oftalmologista e professor de Oftalmologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em entrevista ao Estadão, argumenta que muitas pessoas negligenciam o cuidado com os olhos ao longo da vida, “mas basta um cisco no olho para perderem a calma. É nesses momentos que algumas pessoas se dão conta de que precisavam cuidar melhor da saúde ocular, agindo de forma preventiva”.

(Fonte: Unsplash)

Ao longo do tempo, alguns fatores externos podem aumentar as chances de perda de visão. Neves recomenda o uso de óculos escuros, pois “aA exposição aos altos índices de raios ultravioleta (mesmo em dias nublados) provoca degeneração macular, doença que afeta a parte central da retina, membrana posterior dos olhos, onde as imagens são transmitidas para o nervo óptico. Como não existe tratamento eficaz para alterações retinianas, a prevenção com lentes protetoras ainda é o melhor remédio. Vale lembrar a importância dos óculos de boa procedência, que têm proteção UVA e UVB, além de tratamento nas lentes”.

Outros fatores que contribuem para acelerar a perda de visão incluem cigarro e aspectos hereditários. Dessa forma, pessoas na terceira idade devem ficar atentas aos primeiros sinais de perda de visão e procurar ajuda profissional o quanto antes.

Alguns dos principais problemas que podem aparecer após os 60 anos de idade são glaucoma e catarata, uma degeneração que afeta diretamente o cristalino, uma lente natural do olho, que pode aumentar a perda de visão gradativamente. O recomendado é fazer uma cirurgia de correção, que pode ser a laser, para que seja colocada uma lente artificial.

Já a Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI) afeta a região central da retina, provocando a visão embaçada. O tratamento é realizado com vitaminas, terapia fotodinâmica, injeções e fotocoagulação a laser. A visão pode até ser interrompida se cuidados não forem devidamente tomados.

(Fonte: Unsplash)

Manter uma alimentação equilibrada ajuda, entre outras coisas, a controlar o diabetes, que pode gerar retinopatia diabética e comprometer a retina e a visão. “A ideia é aumentar a ingestão de vitaminas, minerais, proteínas saudáveis, ômega 3 e luteína, já que os alimentos antioxidantes oferecem grandes benefícios à saúde ocular, retardando doenças como catarata e degeneração macular”, ressaltou o especialista.

Por isso, recomenda-se a realização de check-ups de visão regularmente para que seja garantida a saúde dos olhos.

Fontes: Estadão.

Gostou? Compartilhe!