Entenda o que são robôs assistentes para atendimento em farmácias

19 de novembro de 2020 4 mins. de leitura
Você já ouviu falar de robôs assistentes para atendimento em farmácias? Entenda mais sobre essa tendência.

Robôs dotados de inteligência artificial (IA) como responsáveis por atendimentos e cuidados de estoque podem ser o próximo passo do comércio mundial. Uma das áreas que aparenta estar mirando a nova tecnologia é a farmacêutica, que já conta com bots que auxiliam no gerenciamento, no armazenamento e na dispensação de medicamentos.

Já existem robôs que fazem armazenamento e gerenciamento de estoque em farmácias. (Fonte: Shutterstock)
Já existem robôs que fazem armazenamento e gerenciamento de estoque em farmácias. (Fonte: Shutterstock)

Robôs de atendimento em farmácias

As máquinas têm cerca de 1 metro de altura, necessitam de uma IA específica e funcionam como atendentes e assistentes que trabalham nos corredores das lojas. Os robôs devem imitar feições humanas e expressar emoções por meio das telas, tudo isso com a capacidade de fazer reconhecimento e leitura facial.

Entre as funções indicadas para esses bots estão recepcionar e orientar clientes, conduzindo-os ao balcão de medicamentos ou dando informações. Essa tecnologia também deve atuar mostrando produtos, fazendo comparações de preços e guiando os compradores para onde estão os itens liberados para venda.

Outras atividades seriam informar se o item procurado está disponível e até mesmo registrar o pedido para a pessoa, por isso precisam funcionar de forma semelhante a um vendedor humano de altíssimo nível, trabalhando com agilidade e empatia e gerando uma experiência satisfatória para os consumidores.

A expectativa é que os robôs humanoides consigam realizar as tarefas com eficácia, facilitando as vendas e diminuindo o tempo de espera nas farmácias. Aqui no Brasil, as máquinas estão sendo desenvolvidas pela XRobô.

A XRobô

Em 2018, a XRobô foi inaugurada em São Paulo (SP). A empresa é uma das principais responsáveis pela inclusão de autômatos no Brasil, com a criação de produtos para as áreas de comércio, educação, saúde, segurança, educação, recepção, eventos e hospitalidade.

A startup foi idealizada por André Araújo, que tem mais de 20 anos de experiência na área. O CEO acredita nos avanços da IA, da Internet das Coisas e da robótica. Para ele, os bots assistentes são uma das principais tecnologias do momento e do futuro.

Segundo o site da XRobô, as máquinas que auxiliam no comércio podem “cumprimentar os clientes, guiá-los através da loja e ajudá-los a comprar usando imagens, texto, áudio, vídeo e muito mais”. Dessa forma, acredita-se que possam aumentar a popularidade e a funcionalidade dos negócios.

Os robôs da startup brasileira devem agir como assistentes de atendimento em farmácias. (Fonte: XRobô/Reprodução))
Robôs da startup brasileira devem agir como assistentes de atendimento em farmácias. (Fonte: XRobô/Reprodução)

Robôs já são uma realidade

O uso de IA para a resolução de problemas já é uma realidade em várias áreas do comércio brasileiro. Além das criações para atendimento físico que estão sendo lançadas pela XRobô, existem aquelas que promovem atendimento virtual ou autoatendimento.

Em um levantamento divulgado recentemente, a Aivo, especializada no uso de IA para soluções em atendimento, apontou aumento de 200% na procura pelos serviços disponibilizados e 96% de sucesso em suas ações em abril deste ano.

Os dados apresentados reforçam a ideia de que um bom uso dos robôs pode gerar grandes melhorias para os clientes. Alguns exemplos são maior agilidade na resolução de problemas somada a redução de custos, aumento de produtividade, maior retenção de consumidores e criação de diferencial competitivo.

Além disso, a robotização deve ser uma tendência do futuro. Segundo um levantamento feito pela consultoria Ernst Young em 2016, até 2025 a profissão de operador de telemarketing, por exemplo, deve estar extinta e 100% relacionada com a IA.

Robôs tendem a ser o futuro de muitas atividades realizadas por humanos hoje. (Fonte: Shutterstock)
Robôs tendem a ser o futuro de muitas atividades realizadas por humanos hoje. (Fonte: Shutterstock)

A presença de robôs humanoides em farmácias pode ser uma forma de se atualizar, antecipar uma tendência e otimizar o atendimento aos clientes, ainda mais durante a pandemia de covid-19, doença que pode ser transmitida por meio de aglomerações e contato humano direto.

Conheça o maior e mais relevante evento de saúde do Brasil

Fontes: Medicina S/A, XRobo, Investe SP, VEJA, Época Negócios.

Gostou? Compartilhe!