Medicamento se mostra promissor em tratamento de covid-19

11 de março de 2021 3 mins. de leitura
Descoberta foi feita pelas empresas Vir Biotechnology e GlaxoSmithKline, que desenvolvem o medicamento

Conheça o maior e mais importante evento do setor de saúde do Brasil.

A busca por um remédio que seja eficaz e de fato combata a covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, pode finalmente ter chegado ao fim. As empresas Vir Biotechnology e GlaxoSmithKline (GSK) apresentaram nesta quarta-feira (10) uma possível solução para vencer essa luta: o VIR-7831. 

A notícia veio após resultados muito positivos. O próximo passo das duas empresas é pedir imediatamente para os Estados Unidos e para outros países a autorização do uso do medicamento no combate ao Sars-CoV-2.

Sede da GSK em Londres (Inglaterra). (Fonte: Insider UK/Reprodução)

A eficácia do VIR-7831

A droga passou por uma espécie de comitê de monitoramento independente que solicitou até que o estudo fosse suspenso antes da hora. Isso aconteceu porque o grupo entendeu que a substância apresentou, em uma análise provisória dos dados, alta eficácia contra a covid-19. 

O medicamento é baseado em anticorpos monoclonais e foi testado em comparação com um placebo. Os resultados impressionaram os avaliadores por apresentarem eficácia de 85% na redução das hospitalizações e das mortes causadas pelo novo coronavírus. 

O estudo mencionado estava na fase 3 de testes e analisou cerca de 583 participantes, um número bem abaixo dos envolvidos na busca pelas vacinas. Foram avaliados pacientes leves e moderados que apresentavam alto risco de progressão para casos graves. 

Vir Biotechnology e GSK não divulgaram o número de óbitos ou internações no processo, apenas o recorte de eficácia. Outra pesquisa complementar confirmou que o fármaco é eficiente contra as recentes variantes do Brasil, do Reino Unido e da África do Sul.

Leia também:

O VIR-7831

O remédio é um anticorpo monoclonal de Sars-CoV-2 em ação dupla. Os dados pré-clínicos indicaram que ele impede que o novo coronavírus infecte as células saudáveis e trata aquelas que já estão infectadas. 

Os voluntários da pesquisa precisam ser monitorados por cerca de 24 semanas para a conclusão do estudo. Após isso, as empresas publicarão os dados completos sobre o VIR-7831. 

Remédio eficaz contra a covid-19 poderia evirar muitas mortes no mundo. (Fonte: Shutterstock/Kenishirotie/Reprodução)

Esperança de cura

Hal Baron, diretor científico e presidente de pesquisa e desenvolvimento da GSK comentou estar bastante empolgado com o resultado. Ele afirmou esperar “a oportunidade de tornar o VIR-7831 disponível para pacientes o mais rápido possível e explorar ainda mais seu potencial em outros cenários”.

Ainda que não gere 100% de sucesso, o fármaco se apresenta como uma solução emergencial para o combate à covid-19.

Não perca nenhuma novidade sobre a área da saúde no Brasil e no mundo. Inscreva-se em nossa newsletter.

Fontes: GlaxoSmithKline, Vir Biotechnology.

Gostou? Compartilhe!