Novos testes do coquetel anticovid são promissores

12 de abril de 2021 3 mins. de leitura
Realizado pelo laboratório Regeneron e o sócio Roche, resultado do tratamento é anunciado positivamente no combate a covid-19

Conheça o maior e mais importante evento do setor de saúde do Brasil.

Foram anunciados nesta segunda-feira (12) os resultados dos novos testes realizados pelo laboratório americano Regeneron e o seu sócio suíço Roche, referentes a um coquetel de medicamentos experimental com foco na redução do risco de infecção da covid-19. 

Os testes levam em consideração famílias que possuem uma pessoa infectada pelo vírus, tendo como objetivo reduzir o risco de transmissão para as pessoas próximas que residem na mesma casa.

O coquetel experimental de medicamentos foi desenvolvido com o objetivo de reduzir o risco de infecção em familiares que convivam com alguém infectado pelo vírus. (Fonte: Shutterstock)
O coquetel experimental de medicamentos foi desenvolvido com o objetivo de reduzir o risco de infecção em familiares que convivam com alguém infectado pelo vírus. (Fonte: Shutterstock)

Segundo informações do El Diario de Latinoamerica, o tratamento feito com o coquetel reduziu em 81% o risco de infecção sintomáticas, entre os pacientes não contaminados, isso logo que os testes foram iniciados. 

Para a realização deste teste foram utilizados em associação os medicamentos casirivimad e imdevimab, por meio de uma injeção subcutânea em doses de 1.200 mg, de acordo com o informe do laboratório americano.

Os dados adquiridos fazem parte da fase 3, conhecida por ser a fase mais avançada dos estudos clínicos. Mesmo os indivíduos que desenvolveram alguns sintomas de infecção pela covid-19 notaram que logo após a medicação tiveram o desaparecimento dos sinais em média de uma semana.

Diminuição de transmissão da covid-19

A organização da pesquisa dividiu as pessoas em dois grupos, os que receberam o coquetel para tratamento e o segundo que recebeu um placebo. (Fonte: Shutterstock)
A organização da pesquisa dividiu as pessoas em dois grupos, os que receberam o coquetel para tratamento e o segundo que recebeu um placebo. (Fonte: Shutterstock)

Após os primeiros resultados, a comunidade médica está animada em relação ao coquetel chamado de REGEN-COV.  “[…] mais de 60.000 americanos têm diagnóstico positivo para covid-19 a cada dia, este coquetel REGEN-COV pode ajudar a fornecer proteção imediata para pessoas não vacinadas que são expostas ao vírus”, comentou o chefe do departamento científico da Regeneron, dr. George D. Yancopoulos, no documento divulgado.

A organização da pesquisa dividiu as pessoas em dois grupos, os que receberam o coquetel para tratamento e o segundo que recebeu um placebo. Após o resultado, a avaliação e os resultados desses dois grupos serão submetidas as autoridades de saúde o mais rápido possível para análise completa. 

Não perca nenhuma novidade sobre a área da saúde no Brasil e no mundo. Inscreva-se em nossa newsletter.

Fonte: Reuters, El Diario de LatinoAmérica.

Este conteúdo foi útil para você?

89910cookie-checkNovos testes do coquetel anticovid são promissores