Saúde vs. Tecnologia: buscando informação em tempos de internet

25 de junho de 2019 3 mins. de leitura
A tecnologia pode ser uma ótima aliada daqueles que buscam uma vida saudável

Estamos em um mundo cercado de tecnologia, e ela se encontra em todos ou quase todos os âmbitos de nossa vida, incluindo a saúde. Utilizamos termômetros, medidores de pressão e balanças digitais, agendamos consultas médicas por aplicativos de mensagens, assistimos a vídeos e acompanhamos publicações de profissionais pela internet, entre tantas outras soluções. Mas, assim como encontramos milhares de informações no mundo digital, precisamos aprender a filtrar o que é relevante e o que pode ser prejudicial.

Pesquisa

A internet é uma fonte infinita de informação e pode muito bem ser utilizada por aqueles que desejam se educar sobre cuidados com a saúde. Buscar por bons profissionais e ler recomendações de outros pacientes, entender como funcionam alguns medicamentos, pesquisar sobre prevenção e sintomas de doenças e acompanhar estudos são algumas das práticas que todos podemos seguir. Para evitar cair em sites suspeitos, utilize sempre fontes confiáveis como a Organização Mundial de Saúde e a Anvisa, por exemplo.

Interação

Uma facilidade que a tecnologia trouxe foi a possibilidade de agendar consultas e exames pela internet. Mas há várias outras interações que podem ser realizadas online, como receber e enviar resultados de exames, programar avisos para lembrar os horários de tomar medicações, tirar dúvidas sobre usos e efeitos de medicamentos por email ou mensagens de texto. Um exemplo dessa interatividade é o site Psicologia 24hs, reconhecido pelo Conselho Federal de Psicologia, no qual o paciente pode ser atendido online.

Aplicativos

Diversos aplicativos voltados para a área da saúde surgiram nos últimos anos. Alguns deles são o NutraBem, desenvolvido por nutricionistas em conjunto com a Universidade Federal de São Paulo, e o Dr Drauzio Primeiros Socorros, criado pelo conceituado médico Drauzio Varella. Existem outros que lembram o usuário de beber água, alguns que monitoram o ciclo menstrual e fértil e até aqueles que permitem identificar padrões de sono e auxiliar na sua qualidade, por exemplo.

Equipamentos

Com a popularização das plataformas de comércio online, diversos equipamentos de saúde ficaram muito mais acessíveis à população, incluindo os importados. Aparelhos de controle glicêmico, medidores digitais de pressão, oxímetros, umidificadores de ar, nebulizadores e equipamentos ortopédicos podem ser encontrados em diversas marcas, faixas de preço e formas de pagamento.

Cuidados

Mas ainda existe muita desinformação na internet; desde sites maliciosos que propositalmente prejudicam as pessoas até influenciadores digitais sem nenhum tipo de formação nas áreas em que aconselham.

Por isso, é muito importante não apenas buscar conhecimento de fontes confiáveis mas também nunca tentar fazer autodiagnóstico ou tratamento. Denize Ornelas, médica e diretora de comunicação da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, alerta que autodiagnóstico e automedicação podem causar efeitos colaterais, interações medicamentosas e atrasar o diagnóstico correto.

A educação é muito importante na busca de uma vida mais saudável, e a tecnologia sem dúvidas é uma grande aliada nessa jornada. É imprescindível que tanto pacientes quanto profissionais de saúde estejam sempre atentos e atualizados sobre aquilo que está disponível online, para que possam tomar, em conjunto, as melhores decisões possíveis.

Curtiu o assunto? Saiba mais sobre inovação e diferentes tecnologias aplicadas à medicina; clique aqui.

Fontes: Boa Consulta, Secad

Gostou? Compartilhe!