Reumatologista: saiba mais sobre a função e seus desafios

16 de outubro de 2021 3 mins. de leitura
Com ampla atuação na medicina, a área de reumatologia se especializa e evolui. Saiba mais sobre o segmento

Conheça o maior e mais importante evento do setor de saúde do Brasil.

A função do reumatologista envolve todo o sistema locomotor, no qual estão inclusos esqueleto, articulações, músculos, tendões, ligamentos e bursas. Ele trata dessas estruturas e das doenças relacionadas a esse campo, sejam inflamatórias, degenerativas, autoimunes, metabólicas ou genéticas.

Desde pequenas dores localizadas até síndromes sem cura podem serem tratadas pelo reumatologista. (Fonte: Pexels)
Desde pequenas dores localizadas até síndromes sem cura podem ser tratadas pelo reumatologista. (Fonte: Pexels)

A área da medicina atendida pelo profissional é abrangente: ao todo, são mais de 200 doenças tratadas pelo segmento — a  maior parte envolvendo algum tipo de dor. No caso dos traumas (como aqueles causados por acidentes), o especialista indicado é o ortopedista.

Entre as enfermidades mais comuns tratadas pelo reumatologista estão a osteoartrite ou artrose. Ela é conhecida pelo desgaste das cartilagens articulares e por alterações ósseas. Dentre essas alterações estão os osteófitos, conhecidos popularmente como “bicos de papagaio”. 

Outras doenças comuns estudadas no ramo da reumatologia são: artrite, esclerodermia, espondiloartrites, osteoporose, gota e vasculite.

Quando procurar um reumatologista? 

Diferentes sintomas podem levar a um reumatologista. Profissional trabalha em conjunto com outros especialistas. (Fonte: Pexels)
Diferentes sintomas podem levar a um reumatologista. Profissional trabalha em conjunto com outros especialistas. (Fonte: Pexels)

Como a amplitude de enfermidades tratadas pelo reumatologista é grande, o diagnóstico pode demorar a ser concluído. Sinais de fadiga, mal-estar, dores em diversas partes do corpo e perda de peso podem indicar complicações reumatológicas.

A especialidade é indicada para quem sente dores nas articulações, inchaço nas juntas, rigidez ao acordar e manchas escuras no rosto. Os pacientes mais comuns acometidos desses sintomas são idosos e mulheres. 

Outros especialistas podem agir em conjunto com o reumatologista, já que, em alguns quadros clínicos são afetados, além do sistema locomotor, outros órgãos, como cérebro, pulmões, rins e coração. 

A nutrição é, também, uma importante aliada no tratamento de doenças inflamatórias por meio da alimentação. E a endocrinologia no equilíbrio hormonal.

Quais são os principais desafios da área hoje?

Covid-19 e outras doenças ainda não conhecidas totalmente podem ter reumatologistas colaborando no tratamento. (Fonte: Pixabay)

Casos de manifestações graves da covid-19 podem apresentar destruição tecidual, trombose em vasos de médio e grande calibre, microangiopatia (obstrução de vasos no cérebro). Nesses casos, o reumatologista pode ajudar com as diferentes apresentações clínicas e manejos terapêuticos dessas doenças. 

Assim como a covid-19, tais profissionais lidam com pacientes que apresentam doenças cujas causas e manifestações ainda são totais ou parcialmente desconhecidas. É o caso da fibromialgia, que segue em estudo por pesquisadores. Conforme a ciência evolui, cada vez mais pacientes são tratados com mais qualidade e eficiência.

Não perca nenhuma novidade sobre a área da saúde no Brasil e no mundo. Inscreva-se em nossa newsletter.

Fonte: Actmed.

Este conteúdo foi útil para você?

104460cookie-checkReumatologista: saiba mais sobre a função e seus desafios