Quais são os sintomas e a causa da síndrome de Tourette? - Summit Saúde

Quais são os sintomas e a causa da síndrome de Tourette?

29 de julho de 2022 3 mins. de leitura

Condição gera movimentos e vocalizações involuntárias nos pacientes e não tem cura

Publicidade

Conheça o maior e mais importante evento do setor de saúde do Brasil.

A síndrome de Tourette é uma condição que causa tiques motores e vocais repetitivos e involuntários nas pessoas. Geralmente, mostra os primeiros sinais já na infância e tende a aumentar com o tempo. O distúrbio neurológico pode gerar sintomas leves ou mais complexos.

Do ponto de vista fisiológico, os tiques ocorrem porque o cérebro não consegue controlar a liberação ou ação de substâncias que causam os movimentos involuntários. Em suma, podemos dizer que certas células do cérebro, chamadas de neurônios motores, parecem estar “confusas” quando se trata de coordenar esses movimentos.

A síndrome ocorre quando o cérebro não consegue controlar a liberação ou a ação de substâncias que causam movimentos involuntários. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Quais são os principais sintomas?

Os sintomas da síndrome de Tourette não tem um padrão específico e variam de intensidade, mas geralmente são tiques involuntários como o piscar os olhos rápido ou movimentar membros sem querer.

Na maioria dos diagnósticos, os sintomas que mais aparecem são:

  • tiques motores — movimentações involuntárias de braços, pernas ou mãos, batimento em objetos próximos, repetição de movimentos vistos;
  • tiques vocais — repetição de palavras, gritos, fungadas, formulação de insultos;
  • tiques faciais — espasmos dos olhos, movimentos involuntários nos lábios, nas sobrancelhas, na testa ou nos olhos;
  • tiques gerais — sensações corporais estranhas e rigidez muscular.

Como diagnosticar?

O diagnóstico da síndrome de Tourette é bastante desafiador, pois, como a condição é um distúrbio neurológico complexo, ainda não existem exames específicos para confirmar a sua presença em alguém. Mas, na consulta, o médico deverá analisar a presença dos tiques mais típicos, procurar histórico na família e solicitar exames para descartar outras condições que possam causar os sintomas.

Ainda não existem exames específicos para comprovar a doença em uma pessoa. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Qual é o tratamento para a síndrome de Tourette?

O distúrbio ainda não tem uma cura, mas diversos tratamentos podem ser utilizados para reduzir os sintomas e melhorar a qualidade de vida dos acometidos pela síndrome. Os medicamentos mais utilizados para o tratamento são os antipsicóticos que reduzem consideravelmente os tiques mais graves ou os sintomas obsessivo-compulsivos.

Em alguns casos, toxinas botulínicas podem ser utilizadas para conter os movimentos, como nos casos de tiques vocais graves em que a pessoa passa a sentir menos “necessidade” de realizar a ação. A Terapia Cognitivo Comportamental (TCC) também é muito recomendada para o tratamento de Tourette, já que é capaz de reduzir a gravidade dos sintomas.

Como lidar com alguém que tem a síndrome?

Pessoas com a síndrome têm uma grande “necessidade” de manifestar um tique, antes mesmo de ele acontecer, sendo que não conseguem controlar o movimento. Por isso, reprimi-las pode ser muito prejudicial, já que, ao estar em destaque, elas ficam nervosas e pioram o quadro dos sintomas do transtorno. Sendo assim, o melhor a se fazer é não reagir aos tiques e continuar a interação como se não tivessem acontecido.

Quer saber mais? Assista aqui a opinião dos nossos parceiros especialistas em Saúde.

Fonte: Mayo Clinic, Centers for disease control and prevention, NHS UK, Scielo, Vittude, Drauzio Varella, Willian Rezende

134690cookie-checkQuais são os sintomas e a causa da síndrome de Tourette?

Webstories