Saúde da mulher: a importância do acompanhamento médico

8 de julho de 2020 4 mins. de leitura
Exames de rotina cumprem função essencial na prevenção de doenças e na redução de mortalidade em diferentes tipos de câncer

Manter hábitos corretos de alimentação e de exercícios é apenas um dos fatores que influenciam a saúde das mulheres ao longo de suas vidas. Entretanto, outro aspecto acaba cumprindo função primordial no bem-estar da população feminina: os exames de rotina.

O acompanhamento médico faz parte do cotidiano das mulheres desde a adolescência, quando começam as preocupações com o ciclo menstrual ou a iniciação sexual. Abrir um espaço no calendário para a realização de exames de rotina pode ser, sobretudo, essencial para a prevenção de doenças mortais como o câncer de mama e o câncer do colo uterino.

Esses dois tipos de tumores e a depressão são as três doenças mais comuns entre as mulheres.

Qual é o papel dos exames de rotina na vida das mulheres?

Mamografia é um dos procedimentos usados para o diagnóstico do câncer de mama (Fonte: Shutterstock)

Ao comparecer frequentemente às consultas médicas, a possibilidade da identificação precoce de uma doença se torna ainda maior. Em casos de doenças severas, como o câncer, isso significa que são menores as chances do surgimento de quadros clínicos complexos e maiores as chances de obter um tratamento adequado.

Conhecer o próprio corpo e praticar o autocuidado é uma das ferramentas encontradas pelas mulheres para adotar um estilo de vida mais saudável ao longo de suas jornadas – principalmente para a parcela feminina da população com mais de 40 anos de idade.

Um dos fatores de risco que facilitam o aparecimento de tumores entre as mulheres é justamente a faixa etária, o que torna a realização de exames periódicos uma prática ainda mais recomendável na fase adulta. E é por isso que procedimentos como o exame de toque e Papanicolau auxiliam na procura por nódulos ou sintomas que possam indicar um tumor.

Manutenção da saúde e cuidados com o corpo

Existem alguns sinais apresentados pelo organismo para chamar a atenção para um possível câncer. O surgimento de caroços na pele ou vermelhidão na região das mamas é um dos alertas para a necessidade de uma investigação mais delicada nessa região.

Entretanto, alguns hábitos saudáveis podem ajudar as mulheres na prevenção de doenças e numa melhora significativa em seus estilos de vida. Por exemplo, evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas e, principalmente, de cigarro.

O organismo se mantém firme no combate a novas infecções quando o corpo está habituado à regularidade na prática de atividades e uma rotina saudável. Dessa forma, o controle de peso também cumpre um papel importante no bem-estar de mulheres de todas as idades.

Prevenção ao câncer de mama

Outubro Rosa gera conscientização sobre o câncer de mama (Fonte: Pixabay)
Outubro Rosa gera conscientização sobre o câncer de mama. (Fonte: Pixabay)

A previsão para o câncer de mama no Brasil em 2020 gira em torno de 66.280 novos diagnósticos, segundo o relatório do Instituto Nacional de Câncer (Inca). O tumor nas mamas é causado por uma reprodução desordenada de células anormais na região, levando à doença que mais mata mulheres no mundo todo.

Existe uma preocupação tão grande com o câncer de mama na comunidade médica global que outubro foi batizado de “Outubro Rosa” para conscientizar a população sobre a necessidade de realizar check-ups para combater a doença.

Apesar de ser uma enfermidade que também atinge a população masculina, os casos são muito raros. Em 2017, 16.724 das 16.927 mortes no Brasil pelo tumor foram de mulheres. Esse é um câncer com muitas variações, que podem ter desenvolvimento rápido caso não sejam tratadas com urgência.

O Ministério da Saúde fornece diferentes tipos de tratamentos gratuitos por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Atualmente, os procedimentos notoriamente eficazes na remissão do câncer de mama são cirurgia, radioterapia e quimioterapia.

Após a realização dos exames clínicos, a equipe médica pode orientar a paciente para o processo interventivo mais adequado ao seu quadro de saúde. O câncer de mama também pode causar metástases, estágio em que o tumor começa a se espalhar para outros órgãos do corpo – o que torna sua identificação precoce ainda mais importante.

Interessou-se pelo assunto? Conheça o Summit Saúde, um evento que reúne as maiores autoridades do Brasil nas áreas médica e hospitalar. Acompanhe as notícias mais relevantes do setor pelo blog. Para saber mais, é só clicar aqui.

Fontes: Governo de São Paulo, Inca e Hurso.

Gostou? Compartilhe!