Síndrome de Ramsay Hunt: quais são os sintomas? Tem tratamento? - Summit Saúde

Síndrome de Ramsay Hunt: quais são os sintomas? Tem tratamento?

23 de setembro de 2022 4 mins. de leitura

Doença é causada pela reativação do vírus varicela-zóster, o mesmo da catapora

Publicidade

Conheça o maior e mais importante evento do setor de saúde do Brasil

Considerada rara e descrita pela primeira vez em 1907, a síndrome de Ramsay Hunt se caracteriza pela associação entre paralisia facial periférica e surgimento de lesões em alguns nervos cranianos.

A doença é causada pela reativação do vírus varicela-zóster, o mesmo da catapora, condição que tende a aparecer pelo menos uma vez na vida, sobretudo na infância.

Uma vez no organismo, o vírus fica adormecido em um gânglio do nervo facial, podendo reaparecer em algumas situações de baixa imunidade ou estresse.

A síndrome de Ramsay Hunt ocorre, então, quando a varicela-zóster afeta o nervo facial e auditivo. Em alguns casos, a infecção nessa região provoca paralisia facial.

Além disso, é muito parecida com outras doenças, como o próprio acidente vascular cerebral (AVC), a paralisia de Bell e a doença de Lyme. Por isso, é importante entender os sintomas e buscar ajuda especializada.

Dor ou zumbido no ouvido são sintomas síndrome
Dor ou zumbido no ouvido são sintomas da síndrome. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Quais são os principais sinais da síndrome de Ramsay Hunt?

A doença, que leva esse nome porque foi descrita pela primeira vez por James Ramsay Hunt, é a segunda causa de paralisia facial não traumática. Abaixo, veja os principais sintomas:

  • paralisia facial;
  • dor ou zumbido no ouvido;
  • perda da audição;
  • movimentos involuntários e repetitivos dos olhos;
  • sensação de tontura (vertigem);
  • lesões próximas à orelha, canal auditivo, língua ou céu da boca;
  • náusea.

Caso surjam os sintomas, o paciente deve procurar um otorrinolaringologista ou um neurologista, uma vez que o diagnóstico costuma ser clínico, a partir da observação das manifestações. Em alguns casos, pode ser recomendada a realização de exames específicos.

Como é a transmissão da síndrome de Ramsay Hunt?

A doença não é contagiosa, mas a transmissão do varicela-zóster pode ocorrer principalmente pelo contato direto com as lesões causadas pelo vírus. Pessoas que nunca tiveram catapora ou nunca tomaram a vacina contra varicela têm mais riscos de contaminação.

No entanto, vale explicar que não é porque a pessoa já teve contato com o vírus que ela vai desenvolver a síndrome. Como a catapora, a doença pode não se manifestar.

Vacina contra catapora é uma das formas de prevenir doença
Vacina contra catapora é uma das formas de prevenir a doença. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Tratamento envolve o uso de medicamentos

O tratamento do problema envolve o uso de alguns medicamentos, como os antivirais, que apresentam eficiência comprovada, e corticoides, que ajudam a reduzir o inchaço do nervo.

Analgésicos, anti-histamínicos e colírios também podem ser necessários para, respectivamente, aliviar as dores, reduzir a sensação de vertigem e evitar que o olho fique seco. Para casos mais graves, especialmente aqueles que envolvem a paralisia facial, a intervenção cirúrgica pode ser necessária.

A recuperação da síndrome pode levar de semanas a meses, dependendo do grau de comprometimento do nervo. As principais formas de prevenção, sobretudo para quem nunca teve contato com o varicela-zóster, é lavar as mãos regularmente e nunca compartilhar objetos pessoais.

Importante ressaltar que o Programa Nacional de Imunizações (PNI) disponibiliza a vacina contra a catapora para os seguintes grupos: crianças a partir de 12 meses e adolescentes e adultos suscetíveis que não tiveram a doença antes.

Quer saber mais? Assista aqui à opinião de nossos parceiros especialistas em Saúde.

Fontes: Drauzio Varella; Mundo Educação.

139800cookie-checkSíndrome de Ramsay Hunt: quais são os sintomas? Tem tratamento?

Webstories