Tumor Boards oferecem segunda opinião para tratamento de câncer

23 de novembro de 2020 4 mins. de leitura
Reuniões esporádicas de conselho multidisciplinar de tratamento oncológico podem funcionar como peça-chave para medicina de precisão

Um dos passos primordiais para reduzir as taxas de mortalidade em casos de tumores malignos é a detecção precoce do câncer e o estabelecimento de metodologias assertivas de tratamento que acarretem resposta positiva por parte do paciente. O que pode auxiliar a equipe médica durante essa etapa tão decisiva?

Patient Navigation (PN) e Tumor Board (TB) são duas estratégias inovadoras de orientação do corpo profissional que podem garantir a implantação de práticas de medicina de precisão em hospitais e consultórios médicos. As expressões em inglês não necessariamente se referem a práticas oncológicas, mas o conhecimento desses conceitos pode ajudar na eficiência do setor.

O que é Tumor Board?

Conselho médico multidisciplinar aumenta panorama sobre diagnósticos de tumor. (Fonte: Shutterstock)
Conselho médico multidisciplinar aumenta panorama sobre diagnósticos de tumor. (Fonte: Shutterstock)

Uma prática importante na medicina é o compartilhamento de informações entre os profissionais, uma etapa relevante para que o grupo designado a um paciente consiga receber uma segunda opinião sobre o quadro médico e o diagnóstico do enfermo. O TB, então, surgiu com base nesse conceito, tendo em vista a capacidade multidisciplinar de uma instituição com grande quantidade de profissionais voltados para o tratamento oncológico e o surgimento de conferências e reuniões esporádicas com o objetivo de gerar debates e expandir o panorama médico sobre diversos casos.

Independentemente da especificidade do médico, ter uma diversidade de especialistas em um ambiente profissional capazes de opinar sobre o assunto pode gerar enormes benefícios para uma instituição de saúde. Na maioria dos casos, isso só é possível quando existe grande volume de pacientes e uma equipe diversificada, porém meios alternativos podem ser adotados para que qualquer instituição consiga implementar essa linha de raciocínio coletivo. Uma dessas saídas é a utilização das plataformas virtuais.

O Oncocentro, por exemplo, estabeleceu parceria com o renomado Dana-Farber Cancer Institute, dos Estados Unidos. Através de videoconferências periódicas, profissionais das intuições brasileira e norte-americana podem fazer o intercâmbio de opiniões e facilitar o cotidiano de trabalho.

O que é Patient Navigation?

Os TBs são conferências profissionais visando expandir o conhecimento da equipe médica, e o sistema de Patient Navigation funciona como um meio de conciliação de ideais e redirecionamento de padrões de atendimento e tratamento nas instituições.

Por vezes, dentro do sistema público de saúde ou até mesmo na medicina privada, existe um desarranjo de diretrizes e metodologias de ação na assistência, e uma intervenção na comunidade se torna necessária para reavaliar o que tem dado errado para recolocar os planos de assertividade de volta nos trilhos. Nesse sentido, trabalha-se para que os sistemas de prevenção, diagnóstico e tratamento do paciente com câncer ocorram no momento e na sequência correta com o intuito de alavancar as probabilidades de salvar uma vida.

Um dos exemplos disso é a padronização dos exames biomarcadores, que indicam a ocorrência da função patológica de um organismo e qual é sua possível resposta a um agente farmacológico. Além disso, trabalham para determinar os riscos de um tumor, ter o prognóstico da doença e identificar sua gravidade ou probabilidade de progressão.

Com essas práticas de medicina de precisão, a equipe pode avaliar cada caso oncológico individualmente e antecipar medidas assertivas que sejam condizentes com as respostas apresentadas por determinados organismos. Isso diminui as filas de espera por exames desnecessários e aumenta a probabilidade de sobrevivência de um indivíduo.

A relevância da medicina de precisão

Atendimento médico individualizado acrescenta fator humano e eficaz ao tratamento de pacientes com câncer. (Fonte: Shutterstock)
Atendimento médico individualizado acrescenta fator humano e eficaz ao tratamento de pacientes com câncer. (Fonte: Shutterstock)

A medicina de precisão como uma prática de tratamento individualizado e que considere fatores genéticos, biológicos e influenciadores externos é uma metodologia de atendimento hospitalar diferente dos moldes tradicionais e se destaca por sua visão mais humanizada e completa.

Ao tratar cada paciente como um ser individualizado, e não apenas parte de um sistema, a equipe médica deixa de considerar o diagnóstico como peça central do direcionamento do tratamento e o entende como mais um pedaço do quebra-cabeça que precisa ser montado para alcançar o bem-estar do enfermo.

Investimentos em equipamentos de qualidade, estrutura personalizada e profissionais multidisciplinares oferecem o melhor material humano e tecnológico possível para que a eficácia medicinal seja alcançada e a experiência do paciente seja a melhor possível.

Fontes: Iclinic, Roche, Febrasgo, Oncoclínicas, ACCC, INCA.

Gostou? Compartilhe!