Saúde em 2020: o que tínhamos, temos e queremos ter - Summit Saúde

Saúde em 2020: o que tínhamos, temos e queremos ter

22 de dezembro de 2020 5 mins. de leitura

Retrospectiva traz os links com as principais matérias publicadas pelo Summit Saúde Brasil 2020 e convida você a se juntar à evolução do setor

Publicidade

Em 2020, a atenção mundial se voltou ao surgimento de uma ameaça que alterou fundamentalmente o rumo da sociedade a nível mundial: o novo coronavírus. Este e suas consequências ressaltaram a importância das áreas de atuação da Saúde não apenas no combate efetivo a doenças, mas a sua capacidade de prevenção a diversas condições e de acompanhamento de pacientes, assim como de inovação em tratamentos, possibilitada principalmente pela tecnologia.

Por sua vez, investimentos massivos possibilitaram a evolução de procedimentos que prometem garantir maior qualidade de vida e bem-estar a inúmeras pessoas desta e das próximas gerações. 

Em um ano marcado pela corrida contra o tempo, veja quais foram alguns dos fatos marcantes de 2020 e como tudo o que aconteceu impactará os rumos da medicina global, renovando as esperanças de que, com a união de diferentes metodologias e frentes de combate, todos podem se beneficiar dos aprendizados adquiridos com pandemia de covid-19.

Manutenção da humanidade

Do dia para a noite, hospitais foram construídos para atenderem a uma demanda crescente de pacientes, e estádios chegaram a se tornar centros de atenção a infectados. Além disso, mostrou-se a necessidade de higiene básica adequada para a contenção de contaminações e que essa prática é mais complicada do que poderia parecer em um primeiro momento.

Por outro lado, avanços diversos ganharam o impulso necessário para que fossem colocados em prática, ainda que a resistência a ações consolidadas de manutenção à saúde do organismo tenham freado discussões que, ao contrário do que se pensava, não haviam-se encerrado. Enquanto isso, excesso de informação e efeitos psicológicos demandaram orientações para que o estado mental das pessoas resistisse ao cenário da melhor maneira possível.

Desafios foram impostos a todos, e mais ainda a profissionais da Saúde. A telemedicina chegou para ficar, auxiliando tanto no combate à covid-19 quanto em estabelecer a sua presença para os anos que virão, facilitando a realização de exames e agilizando resultados. 

Por fim, um dos maiores destaques é que o lado humano, em vez de perder espaço, consolidou-se como a ferramenta mais eficaz no cuidado às pessoas – principalmente por sua adaptabilidade ao novo normal.

Profissionais da Saúde exercem papel fundamental no combate aos desafios impostos pela pandemia. (Fonte: Shutterstock)
Profissionais da Saúde exercem papel fundamental no combate aos desafios impostos pela pandemia. (Fonte: Shutterstock)

O futuro no agora

Gigantes tecnológicas decidiram apoiar o setor acompanhando a tendência de confiança pública nas inovações propostas. Com isso, soluções desenvolvidas começaram a revolucionar a Medicina, e mesmo instituições no Brasil se valem de abordagens que pareciam distantes de nós, com o oferecimento de novos modelos hospitalares.

Entre tantas novidades, a inteligência artificial passou a auxiliar diversos públicos, seja na detecção de problemas ou na prevenção deles, sendo utilizada também na verificação de saúde mental e na mensuração de substâncias no organismo de maneiras únicas.

É fato que o novo coronavírus acelerou a transformação digital da Saúde, sendo que até impressoras 3D entraram em ação – assim como equipamentos personalizados a casos específicos se tornaram recursos promissores na reabilitação de pessoas. 

Inclusive, personalização é a palavra-chave dos próximos passos da área da Saúde, aliada à automação, à informação, ao data science e a aparelhos que nos acompanham em nosso dia a dia.

Se a jornada do paciente foi reinventada agora, ela será ainda mais com a chegada do 5G, assim como a análise das possibilidades alcançará patamares ainda maiores e mais seguros para todos os envolvidos.

Telemedicina, apenas uma das tantas inovações impulsionadas em 2020.
Telemedicina, apenas uma das tantas inovações impulsionadas em 2020.

Velhas lutas, novas armas

Curativos e medicamentos novos. Em 2020, velhos questionamentos parecem, enfim, estar sendo aos poucos solucionados, mesmo apesar de não terem deixado de despertar preocupações

De todo modo, tratamentos e descobertas fornecem esperança a condições desafiadoras. Por sua vez, diagnósticos se tornaram ainda mais precisos, e métodos únicos são testados constantemente no Brasil e no resto do mundo.

Mesmo com tantas áreas e estudos dando seus primeiros passos, é fato que a conexão não perdeu sua relevância, o estilo de vida ou as práticas cotidianas imprescindíveis a um desenvolvimento saudável. 

É no contato com o próximo que podemos encontrar as soluções muitas vezes escondidas. Interação é uma necessidade, faz parte de nosso DNA, ainda que a distância. Se não sabemos o que será do futuro, sabemos, ao menos, o que se dirá de 2020: não faltaram esforços para a superação de obstáculos.

Conheça o maior e mais relevante evento de saúde do Brasil

Fonte: Summit Saúde Brasil 2020.

81210cookie-checkSaúde em 2020: o que tínhamos, temos e queremos ter

Webstories